Uma nova aquisição cá em casa. É um bonito híbrido resultante do cruzamento dos Paphiopedilum Atlantis com o Paphiopedilum delenatii.

A flor tem uma boa forma e uma tonalidade rosa que se intensifica à medida que a flor vai amadurecendo.
Cultivada como todos os Paphiopedilum, luz filtrada, substrato composto por casca de pinheiro, fibra de coco, perlite e musgo de esfagno. Mantenho sempre o substrato húmido.
Na próxima Primavera irá para perto dos outros Paphiopedilum, no exterior.