Esta foi uma nova aquisição na exposição de Praga que me cativou pelas bonitas cores vermelho escuro e dourado. É um híbrido resultante do cruzamento  da Howeara Mini-Primi com a Rodriguezia lanceolata. A planta não é muito grande mas tem já duas hastes florais, esta aberta e outra a meio caminho. Pelo que li, não é muito fácil de cultivar. Para já foi reenvasada e esta na estufa.
Se a quiserem ver ao vivo, este fim-de-semana ela está exposta na exposição de orquídeas no Jardim Botânico da Ajuda.