Este livro é um livro de memórias e de jardinagem. Margery Fish e o seu marido mudaram-se de Londres para uma área rural e na pequena vila de East Lambrook optaram por recuperar uma casa antiga e nos campos circundantes, construir um jardim. Estavamos em 1939. O livro escrito por Margery após a morte do seu marido, conta-nos na primeira pessoa, as aventuras e desventuras da construção do jardim, das várias áreas e as suas plantas, das discordâncias com o seu marido sobre vários aspectos da jardinagem, sobre as plantas e os projectos que resultaram, sobre o que falhou e o que aprenderam com os fracassos. É um livro muito bem escrito, fácil de ler e muito saboroso.
No último capítulo do livro algumas frases da escritora resumem tudo: ” Todos temos muito que aprender e em cada novo jardim que visitamos temos a oportunidade de encontrar algo que nos inspire – novas flores, arranjos diferentes ou uma nova abordagem de assuntos antigos. Mesmo que seja um jardim que conhecemos de cor, há doze meses num ano e em cada mês é como se tivéssemos um jardim diferente e a descoberta de coisas surpreendentes durante o resto do ano.”
É sobre isto que trata o livro na sua essência. Aprender e partilhar experiências. É assim que todos os jardineiros deveriam ser e estas frases resumem muito bem o que é o gosto pela jardinagem. Este livro é um clássico e um pedaço de história da jardinagem inglesa.
Muito bom para ler enquanto o mau tempo nos impede de sair e trabalhar no jardim.

Se quiserem saber mais sobre o jardim de Margery Fish, que ainda hoje está aberto ao público, podem ver no site: http://www.eastlambrook.co.uk/pages/

These lines from the last chapter say it all:
‘We all have a lot to learn and in every new garden there is a chance of finding inspiration – new flowers, different arrangements or fresh treatment for old subjects. Even if it is a garden you know by heart there are twelve months in the year and every month means a different garden, and the discovery of things unexpected all the rest of the year.’
That’s what this book is all about. Learning and sharing experiences. That’s how all gardeners should be and it resumes a lot about the joy of gardening.
This book is a classic and a piece of history in England’s gardening.
Very good reading while you can’t go out in the garden