‘Many collectors died in process of searching for new species, and despite persistent reports that the men died from drowning, gunshot and knife wounds, snakebite, trampling by cattle, or blows in the head with blunt instruments, it is generally accepted that in each case the primary cause of death was orchid fever.’
Sendo eu um apaixonado por orquídeas há mais de vinte e cinco anos e também alguém que tem preocupações ecológicas, este livro foi de grande interesse para mim, para além de uma leitura muito cativante pela maneira inteligente como está escrito.

Este livro consegue ser, ao mesmo tempo, informativo e divertido.

Relata as aventuras do autor ao entrar no mundo da orquidofilia. Tem temas tão diversos como os concursos de orquídeas, a conservação de espécies, expedições aos mais recônditos lugares do planeta, especialistas em essências de orquídeas, colectores de orquídeas, os donos das maiores colecções, os experts mundiais e todo um conjunto de personagens reais que a nada ficam a dever a excentricos personagens de ficção. E por fim fala-se do CITES, do que é e de quais são as verdadeiras preocupações desta ‘instituição’ pouco ecológica.