Este livro relata como seis botânicos do séc. XVIII revolucionaram o mundo botânico e da jardinagem dedicando as suas vidas ao estudo das plantas e à procura de novas plantas por todo o mundo, viajando, colhendo e estudando novos exemplares que eram trazidos das colónias britânicas. Mas este livro é muito mais do que isso. Para além da sua importância no mundo botânico, estes seis homens, Peter Collinson, John Bartram, Philip Miller, Carl Linnaeus, Daniel Solander and Joseph Banks tiveram as suas vidas cheias de aventuras, discordâncias, guerras políticas e muito mais para além da botânica. As plantas que temos hoje, os jardins que temos hoje e muito do que sabe hoje sobre a flora mundial faz parte desse legado deixado por estas seis personagens caricatas e extraordinárias, sendo os exemplos mais visíveis, e que tornam a Inglaterra no país dos jardins, o Chelsea Physic Garden, os jardins de Kew e o conceito de ‘Jardim Inglês’ e todas as suas influências por todo o mundo.
O livro está muito bem escrito nunca se tornando massudo. Uma leitura muito agradável e onde aprendi imenso.