Uma bonita espécie de orquídea de fácil cultivo. Venha conhecer a Brasiliorchis picta.

 

Orquídea epífita originária do Brasil e Argentina.

O seu nome, Maxillaria picta, significa “a Maxillaria pintada”, com certeza pelas marcas castanho-avermelhadas que encontramos na parte superior da sépalas e pétalas.

Foi descrita pela primeira vez em 1832 pelo botânico inglês William Jackson Hooker.

Em 2007, esta espécie foi transferida para o novo género Brasiliorchis.

 

Floração deste ano com 12 flores.

A planta é constituída por pseudobolbos ovais e sulcados, cada um com duas folhas no topo. as folhas atingem os 30 cm de comprimento por cerca de 5 cm de largura, vincadas longitudinalmente ao centro.

As hastes florais nascem na base dos pseudobolbos e medem cerca de 10 cm. Cada haste produz uma única flor, com uns 5 cm, de cor amarelo com manchas castanho-avermelhadas na parte superior das sépalas e pétalas. O labelo é pequeno, como uma pequena língua, e menos colorido.

As flores têm um suave perfume adocicado.

A minha planta e cultivo

É uma planta que já tenho há bastantes anos.

Está cultivada num vaso chinês de porcelana vidrada com orifícios na lateral do vaso, para além dos furos de drenagem no fundo.

Uso uma mistura para plantas epífitas com casca de pinheiro média.

Fica todo o ano no exterior, protegida da chuva e, durante os meses de Primavera / verão, recebe algum sol pela manhã.

É regada semanalmente mas no pino do Verão, quase todos os dias. É fertilizada pelo menos uma vez por mês com fertilizante diluído na água de rega.

Costuma florir, anualmente, no mês de Junho.